Atividades Externas

  1. Pico das Agulhas Negras (PNI): Altitude 2787 metros existem várias trilhas para se chegar ao topo. É imprescindível a contratação de um guia, porem a subida não exige conhecimentos técnicos de alpinismo. Tempo de percurso em torno de 6 horas saindo da pousada.
     
          
  2. Pico das Prateleiras (PNI): Altitude 2548 metros tem grau de dificuldade menor que as Agulhas. É bom o acompanhamento de guia.Ótimo lugar para a pratica de “rapel”.Excelente visual para o Vale do Paraíba. Tempo de percurso 5 horas.
     
          
  3. Pedra do Altar (PNI): Altitude aproximada 2500 metros.Ótima caminhada tendo um bom visual para o Pico das Agulhas Negras e o vale do Aiuruoca.Existe no local algumas vias de escalada.Tempo de percurso 4 horas.
     
  4. Pedra do Couto (PNI): Caminhada para iniciantes, a trilha começa próxima à torre de Furnas logo na entrada do Parque.Descortina-se todo o vale do Paraíba.Tempo de percurso 3 horas.
     
          
  5. Cachoeira do Aiuruoca(PNI): Com uma queda de aproximadamente 20 metros é ideal para canyoning. Recomenda-se o acompanhamento de um guia.Tempo de percurso 6 horas.
     
  6. Pedra da Tartaruga(PNI): Caminhada leve, próxima às prateleiras, visual muito bonito, formação curiosa.Tempo de percurso 4 horas.
     
  7. Pedra do Picú: Altitude 2150 metros.Marco histórico de Itamonte, pois era por ele que as expedições comandadas pelo bandeirante Martin Afonso de Souza, adentravam por Minas Gerais após cruzarem a Serra do Mar a procura de metais preciosos.Tem a forma de um capacete romano, existindo basicamente 2 rotas para escalada.Uma de forma vertical, outra pela crista.A trilha até a base pode ser feita a cavalo.Tempo de Percurso 7 horas.
     
          
  8. Pousada /Visconde de Mauá: Saindo da Pousada, passar Vargem Grande, descer Serra Negra e virar em direção à Fragária.Passar a ponte e seguir para Capivara, Monte Belo, Santo Antonio, Mirantão chegando-se então à Mauá.
    Esse percurso pode ser feito com qualquer carro no inverno (tempo seco), sendo o pior trecho, uns 100 metros antes de chegar na Fragária.Com carro tracionado, em qualquer época.São aproximadamente 87 Km em estrada de terra.(Veja –MAPA DA REGIÃO).
            Esse percurso pode ser feito de forma inversa, ou seja, começando em Mauá, pernoitando na Pousada, aproveitando o dia seguinte para conhecer a parte alta do Parque Nacional do Itatiaia. Seguir até a Garganta do Registro (divisa Minas /Rio), 12 Km, e de lá (asfalto)descer até a Dutra.
     
  9. Pousada /Maromba: Pode ser feito a pé ou cavalo.Saindo da Pousada, passar por Vargem Grande e seguir em direção ao Matão cruzando o rio Aiuruoca.São subidas fortes e trilhas estreitas pelo alto das montanhas com visual impressionante.Tempo de percurso 7 horas.É necessário pernoitar em Maromba.
    Esse percurso carece de um planejamento com a gerência da Pousada que pode encarregar-se de buscar o grupo em Maromba.Sendo feito à cavalo, podemos indicar uma pousada em Maromba que tenha estrutura adequada para os animais.
    Esse percurso a pé ou a cavalo exige um guia experiente da região.
     
  10. Pousada/Curral Velho/Campo Redondo: Pode ser feito a pé ou cavalo.Saindo da pousada, passar por trilhas dentro da floresta até próximo ao curral velho.São campos de altitude.Lugar místico com nascentes e visual impressionante da região.Seguir até o pontão onde começa a descida para Campo Redondo.O vilarejo é composto por umas 50 casas em típica arquitetura do interior do estado.Lá existem pessoas que fazem artesanato de tapetes, cobertores de lã e outros apetrechos.Retornar em direção à Fragária, agora por estrada de terra, subir Serra Negra até a Pousada.Tempo de percurso:10 horas.
     
  11. Pousada/ Pedra Selada/ Guarita do PNI: A partir da pousada, percorre-se trilhas por dentro de florestas nativas da mata Atlântica até começar a subida para o PNI.O visual é incrível, com tempo bom , pode-se ver até a pedra do Papagaio em Aiuruoca.Tempo de percurso 7 horas.
     
          
  12. Pousada/Fazenda Velha/Capelinha: Pode ser feito de moto, bike, cavalo ou a pé, é um passeio interessante, pois percorre florestas, sítios e na Fazenda Velha conhecer pousadas voltadas para o retiro espiritual, e outras, situadas na pequena estrada que segue serpenteando as montanhas até a capelinha, pequena igreja as margens da rodovia que vai para Itamonte.Tempo de percurso: 5 horas.
    Esse passeio deve ser programado com a direção da Pousada, tendo em vista o retorno para a mesma.
     
  13. Pousada/Matão/Serra Negra: Cavalo ou a pé, passa por trilhas dentro de floresta fechada, cachoeira, até chegar próximo a entrada do PNI .Começa então a descida para o Matão que fica as margens do rio Aiuruoca.Cruza o rio e retorna em direção à Serra Negra.Visual muito bonito.Começa então a subida por estrada de terra para Vargem Grande até a pousada.Tempo de percurso 9 horas.
     
          
  14. Volta dos 80: Tradicional percurso da região.Saindo da pousada, descer em direção a Vargem Grande e Serra Negra, seguindo então para a Fragária.Dobrar a esquerda para Campo Redondo seguindo depois para Berta.Tomar a estrada em direção à Itamonte.De Itamonte subir a Serra até a Garganta do Registro pela BR 354.Entrar a esquerda na estrada para as Agulhas Negras, chegando então à pousada.Nesse percurso você vai conhecer vários lugarejos que integram a Serra da Mantiqueira, sua arquitetura tradicional, cachoeira com 60 metros de altura, a represa dos Bragas cartão postal de Itamonte e outros detalhes que vale a pena conhecer.
            Esse passeio pode ser feito de carro ou moto.Tem esse nome por completar 80 Km na totalidade.
     
  15. Pousada/Aiuruoca: O trajeto é o mesmo até Campo Redondo.De lá, seguir para a Berta e continuar no sentido Itamonte até o trevo da estrada que vai para Alagoa.Seguir no sentido Alagoa e de lá para Aiuruoca.(veja mapa regional) percurso aproximadamente 75 km.
    Pode ser feito de carro ou moto.
     
          
     
  16. Pousada/Baependi (próximo à Caxambu): A estrada é a mesma até a Berta.De lá seguir para o Garrafão(lugar) até o final da estrada.A partir desse ponto não passa mais carro.É trilha pelas montanhas até chegar Baependí.É necessário um guia.No garrafão se possível visitar o túnel em rocha aberto pelos escravos a procura de ouro.Tem cerca de 150 metros de extensão e vai de um lado a outro da montanha.Não é explorado turisticamente, portanto não tem iluminação e existe um córrego raso passando por ele.
     
  17. Travessia da Serra Fina: É uma caminhada muito puxada, recomendada apenas para aqueles que tem bastante experiência.São 33 Km subindo e descendo montanhas.O percurso é feito normalmente em dois dias.Começa em uma fazenda na cidade de Passa Quatro.Sobe para a Pedra da Mina e pico dos Três Estados(por estar na divisa entre RJ/MG/SP).Chega-se então ao antigo sítio do Pierre (sitio que encontra-se hoje abandonado).Descer até chegar a rodovia BR354 que liga a Garganta do Registro a Itamonte.
    É necessária a contratação de guia.Combinar previamente com a gerência da pousada dos Lobos quanto ao transporte para a cidade de Passa Quatro e o resgate na BR354.
     
          

Pousada dos Lobos Turismo Ltda. Itamonte-MG
Central de Reservas: 35 99177-7626 TIM | 35 89704-1724 OI | 35 99982-4460 VIVO
35 3332-2779

E-mail: info@pousadadoslobos.com.br ou reserva@pousadadoslobos.com.br